Dra. Fátima Dourado

DSC 0332-3

Fátima Dourado é médica pediatra, formada pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará e psiquiatra pela Associação Brasileira de Psiquiatria e Associação Médica Brasileira. Médica concursada da Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social e da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará, exerce, há 18 anos, Psiquiatria da Infância e da Adolescência, com ênfase nos transtornos do espectro do Autismo.

Com larga experiência à frente de programas e projetos ligados à saúde da criança e dos direitos humanos, Fátima Dourado é fundadora e Diretora Clínica da Casa da Esperança e presidente da ABRAÇA, Associação Brasileira de Ação por Direitos da Pessoa com Autismo.

Conferencista e escritora, Fátima Dourado é autora dos livros Amigos da Diferença: uma abordagem relacional da problemática do autismo e Autismo e Cérebro Social, Compreensão e Ação.

Fátima tem, ainda, participado e organizado Conferências, Simpósios e Congressos sobre Autismo no Brasil e no Exterior.

Na Casa da Esperança, sua atuação perpassa todos os níveis organizacionais: como Médica, realiza consultas para diagnóstico e acompanhamento clínico de crianças e jovens com autismo, vindos de todos os estados brasileiros,  como Diretora Clínica, supervisiona o trabalho da equipe multiprofissional da entidade e tem decisiva participação em todas as articulações estratégicas da organização, tanto no âmbito político-institucional quanto econômico-administrativo. Sua ação tem dado significativa contribuição para a confirmação da Casa como referência mundial no atendimento a pessoas autistas.

Fátima Dourado é casada com o Psicólogo Alexandre Costa e Silva e  mãe de seis filhos, Alexandre, Giordano Bruno, Gustavo, Pablo, Gabriel Aziz e Maria Teresa, dois dos quais são autistas, fato este determinante na sua   luta em prol das pessoas  com autismo.

© Casa da Esperança 2012