Curso de formação: Novas perspectivas na atenção integral à pessoa autista

Realização: Casa da Esperança

Apoio: Associação Brasileira para Ação por Direitos das Pessoas Autistas (Abraça), Grupo de Pesquisa sobre Linguagem e Pensamento / Cognição e Linguística (GELP/COLIN), Grupo de Estudos em Preconceito Polidez e Impolidez Linguística (GEPPIL)

Apresentação

Descrito pela primeira vez por Leo Kanner em 1943 como “distúrbio inato do contato afetivo”, o autismo desde então passou por grandes mudanças quanto à sua compreensão, definição e critérios diagnósticos, mudanças que impactaram a epidemiologia do autismo assim como, a prática clínica, educacional e as políticas públicas dirigida às pessoas com autismo e suas famílias.

Visto inicialmente como uma psicose, passou a ser concebido, nos anos 80 do século passado, como um transtorno invasivo do desenvolvimento, o autismo, é atualmente definido como um transtorno do neurodesenvolvimento, caracterizado por dificuldades na interação e comunicação sociais e por um padrão rígido e por vezes, estereotipado de interesses e comportamentos, variando ao longo de um espectro com múltiplas apresentações.

Durante décadas, envolvido em mitos, muitas vezes prejudiciais aos autistas e suas famílias, hoje o transtorno do espectro autista pode ser identificado cada vez mais cedo, tornando possível o desenvolvimento de programas de intervenção precoce para bebês e apoio terapêutico e educacional, em todas as fases da vida.

O autismo foi reconhecido como deficiência com leis que asseguram às pessoas autistas educação inclusiva e atendimento educacional especializado, também garantem reabilitação, diagnóstico precoce e atendimento multiprofissional na rede pública e nos planos de saúde.

O presente curso oferece a profissionais e graduandos de profissões de saúde e educação, subsídios teóricos e práticos, baseados em pesquisas e na prática clínica e educacional, bem como avanços conceituais conquistados, nos últimos anos, em termos de legislação, no Brasil e no mundo, visando, a partir de uma perspectiva inclusiva, oferecer os suportes necessários e a garantia de direitos de pessoas autistas em todas as fases da vida.


Objetivos

Prover aos participantes da formação uma ampla visão sobre o autismo, sua história,  principais marcos conceituais, métodos e instrumentais de avaliação diagnóstica, abordagem multidisciplinar,  os direitos e as políticas públicas, a família e contextos sociais durante todo o ciclo da vida, a partir de uma perspectiva inclusiva.

Adicionalmente espera-se que os participantes possam:

  • Aprimorar sua formação de profissional para o trabalho com pessoas autistas e suas famílias.
  • Conhecer as dificuldades e potenciais de pessoas autistas
  • Reconhecer padrões de comportamento autista na prática clínica e educacional
  • Favorecer o desenvolvimento de relações profissionais baseadas no respeito à neurodiversidade e controle compartilhado das relações terapêuticas e pedagógicas com pessoas autistas

Público-Alvo

Graduados e estudantes de medicina, psicologia, fonoaudiologia, fisioterapia, terapia ocupacional, serviço social e pedagogia, entre outros.

Metodologia

Aulas expositivas, debates, apresentação de material audiovisual, vivências grupais, psicodrama temático.

Período e carga horária

O curso terá o total de 48 horas-aula, acontecerá  aos sábados de 8 às 12 e das 13 às 17, e aos domingos das 8 às 12h, nas seguintes datas:


  • 25 e 26 de maio de 2019 - Módulo 1
  • 8 e 9 de junho de 2019 - Módulo 2
  • 22 e 23 junho de 2019 - Módulo 3
  • 3 e 4 de agosto de 2019 - Módulo 4

Investimento

O investimento para participar de todo o curso é de R$320,00 (trezentos e vinte reais) pagos através de cartão de crédito, débito ou boleto bancário. Aqueles que optarem por pagar através de cartão de crédito podem parcelar em duas ou três vezes.

Grupos de profissionais ou estudantes a partir de 5 (cinco) alunos podem obter desconto de 10% (dez por cento) ao fazerem a inscrição em conjunto.

O pagamento poderá ser clicando aqui  (pagseguro) ou presencialmente na Casa da Esperança. Após o pagamento, por favor entrar em contato com a secretaria do curso para o preenchimento da ficha do aluno, através dos seguintes contatos:


Secretária do curso: Tatyana Austragésilo

Email: cursos@autismobrasil.org

Fixo: (85) 41015155

Celular/WhatsApp: (85) 996486694

Endereço:  Rua Francílio Dourado, 11  Água Fria – Fortaleza, Ceará, Brasil CEP: 60813-660

Programa

Módulo Temas Professores
Módulo 1: Marcos conceituais, avaliação e diagnóstico
  • O autismo de Kanner à neurodiversidade
  • As neurociências sociais e o autismo
  • Neurobiologia do autismo
  • Diagnóstico do autismo
  • Anamnese psicológica, sinais precoces de autismo, instrumentos diagnósticos
  • O autismo como dificuldade em prever cenários futuros possíveis
  • Modelo de intervenção terapêutica e educacional
  • Autismo e disrupção social: o potencial transformador da cultura do autismo
Alexandre Costa Fátima Dourado
Módulo 2: Autismo, Direitos Humanos e Políticas Públicas
  • Evolução dos modelos conceituais da deficiência e como se aplicam às pessoas autistas;
  • Conceitos de discriminação baseada na deficiência e adaptação razoável, a partir da CDPD;
  • Os principais normativos e políticas direcionadas às pessoas autistas e suas famílias;
  • As violências e as violações de direitos e os instrumentos adequados a se utilizar em tais situações.
Alexandre Mapurunga
Módulo 3: Avaliação, acompanhamento e atuação multiprofissional no autismo
  • Avaliação, acompanhamento e atuação multiprofissional no autismo
  • avaliação das habilidades de comunicação social
  • da motricidade orofacial
  • e seletividade alimentar
  • Intervenção precoce no Autismo
  • Estímulo à comunicação social - avaliação e terapia fonoaudiológica
  • As questões sensoriais e apoios transacionais no autismo
  • Regulação emocional e autismo
Estela Maris Fátima Dourado
Módulo 4: Família, inclusão escolar e autismo em jovens e adultos
  • Evolução dos conceitos de família e o conceito de família de pessoa com deficiência na perspectiva de CDPD;
  • Redes de apoio à família;
  • O trabalho do serviço social com a família das pessoas autistas
  • Desafios do contexto sócio econômico e de vulnerabilidade social das famílias de pessoas autistas
  • Inclusão e desafios da vida acadêmica
  • Autismo, gênero e sexualidade
  • Autismo na idade adulta
  • A importância dos grupos de apoio mútuo
Sônia Oliveira Fátima Dourado Alexandre Costa Lorena Pitombeira

Professores/as:

Fátima Dourado

Médica pediatra formada pela Universidade Federal do Ceará. Especialista em Psiquiatria pela Associação Brasileira de Psiquiatria, com atuação em Psiquiatria da Infância e da Adolescência. Fundadora e presidente da Fundação Casa da Esperança, maior organização brasileira especializada na atenção a pessoas com autismo. Fátima foi, ainda a primeira presidente da ABRAÇA, Associação Brasileira de Ação por Direitos da Pessoa com Autismo. Com grande experiência clínica na área dos transtornos do neurodesenvolvimento infantil, Fátima Dourado é supervisora do Programa de Residência Médica em Psiquiatria da Infância e da Adolescência do Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto(HSM), professora de Práticas Médicas da UECE (Universidade Estadual do Ceará) e Coordenadora do  departamento de Psiquiatria da Infância e da Adolescência do NUPEC- Núcleo de Psiquiatria do Estado do Ceará além de Psiquiatra e diretora clínica da Casa da Esperança. Fátima é, ainda, membro da SOBRAMES, Sociedade Brasileira de Médicos Escritores e autora dos livros Amigos da Diferença e Autismo e Cérebro Social, Compreensão e Ação. Conferencista, Fátima tem, ainda, participado e organizado Conferências, Simpósios e Congressos sobre Autismo no Brasil e no Exterior.


Alexandre Costa

Psicólogo formado pela Universidade Federal do Ceará. Psicoterapeuta com 25 anos de experiência servindo pessoas autistas e suas famílias. Responsável pela supervisão e formação de profissionais no atendimento de pessoas autistas há pelo menos duas décadas. Especialista em psicodrama e terapia cognitivo comportamental. Escritor, comunicador e divulgador científico.

Sônia Maria de Oliveira

Graduada em Serviço Social pela Universidade Estadual do Ceará, tem Especialização em Psicodrama pelo instituto Cosmos. Sócia fundadora da Fundação Casa da Esperança onde ocupa o cargo de Diretora de Inclusão e Direitos Humanos e Coordena o Núcleo de Atendimento às Famílias de pessoas com autismo. Membro da Associação Brasileira para Ação por Direitos da Pessoa com Autismo – ABRAÇA. Atua diretamente na intervenção e acompanhamento de pais e familiares de pessoas com autismo atendidas na Casa da Esperança, e em colaboração com a equipe multiprofissional da Casa da Esperança encaminha e conduz questões relacionadas à inclusão das pessoas com autismo na escola regular, no mercado de trabalho  e na comunidade. Profere palestras abordando os temas de Autismo, Família, Inclusão, Direitos das pessoas com autismo e sobre a Convenção sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência. Pós-graduanda em Transtorno do Espectro do Autismo.



Alexandre Mapurunga

Formado em Administração em Análise de Sistemas, tem especialização em Gestão Estratégica de Pessoas. Foi presidente do Conselho Estadual dos Direitos das Pessoas com Deficiência (CEDEF) e membro do Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência (CONADE). É assessor técnico da Casa da Esperança, ex-presidente e atual Secretário Geral da Associação Brasileira para Ação por Direitos das Pessoas com Autismo (Abraça). Foi membro da Comissão de Alto Nível para Agenda 2030 da ONU na Rede Latino Americana de Organizações de Pessoas com Deficiência (RIADIS). Foi capacitador em cursos sobre direitos das pessoas com deficiência, implementação e monitoramento da CDPD em diversos países como Argentina, Equador, Cabo Verde, Honduras e Colômbia. Incidiu no sistema ONU denunciando violações dos direitos humanos das pessoas com deficiência no Brasil. É membro e coordenador da Comissão de Cidadania e Promoção de Direitos Humanos do Conselho Estadual dos Direitos Humanos. Foi da Comitê de Assessoramento sobre Transtorno do Espectro do Autismo do Ministério da Saúde. É Professor de Direitos das Pessoas Autistas no Curso de Pós Graduação em TEA e de Capacitação de Pessoas com Deficiência intelectual para o Mercado de Trabalho do Curso de Pós-Graduação Abordagem Interdisciplinar em Síndrome de Down da Faculdade INESP.


Estela Maris de Jesus da Silva

Fonoaudióloga, especialista em Motricidade Orofacial, especialista em Transtorno do Espectro Autista e Transtornos do Neurodesenvolvimento, Coordenadora do Setor de Estimulação Precoce Casa da Esperança.

© Casa da Esperança 2012